Translate this site: 日本語 | 한국어 | Portuguese | Español | 中国
International women's organization Home  |  Who We Are  |  What We Do  |  Why Women & Girls  |  Get Involved
International women's issues
     
 
women's volunteer organization
volunteer organization for women
     
    News Room  
  domestic violence against women  
    Our Clubs  
  domestic violence against women  
    Our Partners  
  domestic violence against women  
    Watch Our Video  
  domestic violence against women  
    White Papers  
  domestic violence against women  
    Contact Us  
  domestic violence against women  
    Donate  
  domestic violence against women  
    Members Area  
  domestic violence against women  
     
     
  causes of domestic violenceJoin our
Email list!
 
 
domestic violence against women
 
     
 
Donate Online
 
 
I am a Soroptimist
I am not a Soroptimist
   
 
  domestic violence against women  
     
 
 
 
 
     
     
   
     
  Women's Opportunity Award  
  Women's
Opportunity Awards
 
     
  Live Your Dream Campaign

 
  Live Your Dream
Campaign
 
     
  Act Now!
 
  Act Now!  
     
 
 
 

 

 
     
  Tráfico e Escravidão Sexual -
Perguntas Freqüentes

O que e o tráfico?
Uma indústria de $32 bilhões de dólares anuais, o tráfico e o tipo de escravidão que envolve o transporte ou comércio de pessoas para propósitos de trabalho. De acordo com a ONU, em qualquer tempo, cerca de 2.5 milhões de pessoas no mundo são fisgadas pelas redes de artimanhas do tráfico de seres humanos.

O tráfico atinge pessoas de todas as origens, e pessoas são traficadas para uma variedade de propósitos. Os homens geralmente são traficados para trabalhos forçados, enquanto crianças são traficadas para as indústrias de trabalhos têxteis, agricultura e pesca. As mulheres e meninas são tipicamente traficadas para o comércio de sexo - exemplo, prostituição e outras formas de exploração sexual.

Nem todos os escravos são traficados, mas todas as vítimas do tráfico são vítimas de escravidão.O tráfico e um tipo especialmente cruel de escravatura porque ele remove as vítimas de tudo o que e conhecido a ela, deixando-a completamente isolada e sozinha, geralmente sem saber falar a língua de seus captores ou de outras vítimas companheiras.

O que e tráfico e escravidão sexual?
Tráfico sexual ou escravidão sexual e o movimento de mulheres e crianças, dentro de um país ou através das fronteiras internacionais, com propósitos da exploração comercial do sexo. A exploração comercial do sexo inclui pornografia, prostituição e tráfico sexual de mulheres e meninas, e é caracterizado pela exploração dos seres humanos em troca por mercadorias ou dinheiro. Anualmente cerca de 600.000 a 800.000 mulheres e meninas são traficadas através das fronteiras internacionais - embora um número adicional de mulheres e meninas seja traficado dentro dos países.

Alguns dos tráficos de sexo são altamente visíveis, tais como a prostituição de rua. Mas muitas das vítimas de tráfico permanecem invisíveis, trabalhando in bordéis despercebidos em áreas insuspeitas, e às vezes em vizinhanças suburbanas. Os traficantes de sexo também podem operar em vários locais públicos e privados, tais como spas, salões de massagem e clubes de strip-tease.

As mulheres adultas compõem o maior grupo de vítimas de tráfico sexual, seguido por meninas; apesar de que uma pequena porcentagem de homens e meninos também serem traficados para a indústria do sexo.

Os padrões de migração do tráfico têm a tendência de ir do leste para o oeste; mas a mulheres podem ser traficadas a qualquer hora de um país ao outro, e vítimas de tráfico estão em todas as partes. Muitos dos países mais pobres e vulneráveis têm os maiores índices de tráfico, e a pobreza extrema é um elo comum entre as suas vítimas. Aonde não existem alternativas econômicas, mulheres e meninas são mais vulneráveis a serem enganadas e forçadas às servidões sexuais. O aumento de desemprego e a perda de segurança de trabalho têm debilitado insidiosamente a renda e posição econômica das mulheres. A velha brecha de salário entre os gêneros, como também o aumento de empregos de meio período e em setores informais de trabalho, tem empurrado as mulheres a empregos com salários baixos e desemprego de longo prazo, os quais as deixam vulneráveis aos traficantes.

De acordo com a Secretaria das Nações Unidas Contra Drogas e Crime (UNDOC), a Tailândia, China, Nigéria, Albânia, Bulgária, Maldávia, Bielorússia e Ucrânia estão entre os países que são as maiores fontes de pessoas traficadas. A UNDOC cita que a Tailândia, Japão, Israel, Bélgica, Holanda, Itália e Estados Unidos como países comuns de destinos para mulheres e meninas traficadas.

Quem trafica mulheres e meninas?
O crime organizado e grandemente responsável pela propagação do tráfico de seres humanos. O tráfico de sexo - juntamente com seus elementos correlativos, seqüestro, estupro, prostituição e abuso físico - é ilegal em quase todos os países do mundo. Todavia, a corrupção difundida e ganância fazem possíveis a fácil e rápida proliferação do tráfico sexual. Apesar de que instituições nacionais e internacionais tentem regular e executar legislações contra tráfico, governos e policiais locais podem de fato estar participando em círculos de tráfico sexual.

Porque os traficantes traficam? Porque o tráfico de sexo pode ser um campo extremamente lucrativo, especialmente em áreas onde oportunidades educacionais e de empregos legítimos possam ser limitados. De acordo com a Secretaria das Nações Unidas Contra Drogas e Crimes (UNDOC), os maiores números de traficantes são da Ásia, seguida pela Europa Central e Ocidental e Sudoeste. Os grupos de crime envolvidos no tráfico sexual de mulheres e meninas também estão envolvidos no tráfico transnacional de drogas e armas, e freqüentemente usam violência como meio para realização de suas atividades.

Um fator derrogando a proliferação do tráfico é a crença fundamental de que as vidas de mulheres e meninas são substituíveis.Em sociedades onde mulheres e meninas são desvalorizadas ou não valorizadas, as mulheres correm os maiores risco de serem maltratadas, traficadas e forçadas à escravidão sexual. Se as mulheres tivessem condições econômicas e sociais melhoradas, o tráfico em sua grande parte seria erradicado.

Como as mulheres são traficadas?
As mulheres e meninas são insidiadas ao tráfico do sexo por várias maneiras. Algumas são atraídas por ofertas legítimas e legais de trabalho como balconistas ou garçonetes. Outras recebem promessas de casamento, oportunidades educacionais e uma vida melhor. E ainda outras, são vendidas aos traficantes por seus namorados, amigos, vizinhos e até mesmo pelos pais.

As vítimas de tráfico geralmente passam entre múltiplos traficantes, que as levam cada vez mais longe de seus países. As mulheres muitas vezes viajam através de vários países antes de chegar ao seu destino final. Por exemplo, uma mulher da Ucrânia pode ser vendida a um traficante na Turquia. Ele então a passa a um traficante na Tailândia, e ao longo do percurso ela fica confusa e desorientada.

Tipicamente, uma vez que ela está em mãos de traficantes, o passaporte e papéis oficiais das vítimas são confiscados e retidos. Eles dizem a elas que estão no país de destino ilegalmente, o que aumenta a dependência das vítimas em seus traficantes. As vítimas geralmente são conservadas em cativeiro e também acorrentadas a dívidas, e assim obrigadas a pagar uma grande remuneração de recrutamento e transporte antes de serem libertadas por seus traficantes.Muitas vítimas relatam ser cobradas taxas adicionais ou multas quando em cativeiro, exigindo que trabalhem um período maior para pagar suas dívidas.

As vítimas passam por várias etapas de degradação e tortura física e psicológica. Elas geralmente são privadas de comida e sono, não podem andar livremente e são fisicamente torturadas. Para poder conservar uma mulher em cativeiro, eles dizem a elas que seus filhos e famílias serão feridos ou assassinados se elas (as mulheres) tentarem escapar ou contar alguém de sua situação. Porque as vítimas raramente entendem a cultura e línguas dos países para onde foram traficadas, elas passam por mais uma camada de estresse psicológica e frustração.

Muitas vezes, antes de prestar seus serviços aos clientes, elas são forçosamente estupradas pelos próprios traficantes para assim iniciar o ciclo de abuso e degradação. Algumas mulheres são drogadas para prevenir que escapem. Uma vez que elas foram “quebradas”, uma vítima de tráfico de sexo pode servir até 30 homens por dia, e estão vulneráveis a doenças transmissíveis pelo sexo, infecção de HIV e gravidez não desejada.

Quem compra mulheres e meninas traficadas?
Muitos crêem que o tráfico sexual e algo que ocorre em “algum outro lugar”. Todavia, os maiores consumidores do tráfico estão em países desenvolvidos, e homens de todos os setores da sociedade apóiam a indústria do tráfico. Não existe um perfil que cobre o cliente “típico”. Antes, homens que compram mulheres traficadas são ambos ricos e pobres, Orientais e Ocidentais. Muitos são casados e tem filhos, e em alguns casos, como o que foi reportado em um artigo do New York Times, homens têm sexo com meninas traficadas em lugar de abusar seus próprios filhos.

Uma das razões para a proliferação do tráfico de sexo, é que em muitas partes do mundo existem pouco, ou não existe, estigma na compra de favores sexuais por dinheiro, e a prostituição e vista com um crime sem vítimas. Porque as mulheres são culturalmente e socialmente desvalorizadas em tantas sociedades, existe pouco conflito com a compra de mulheres e meninas para serviços sexuais. Além do mais, poucos compreendem a explícita conexão entre o comércio de sexo, o tráfico de mulheres e meninas e a escravidão ilegal. Nas sociedades ocidentais em particular, existe a percepção comum de que a mulher escolheu entrar no comércio de sexo. Todavia, a maioria das mulheres no comércio de sexo, e especialmente no caso das mulheres e meninas traficadas que são coagidas e forçadas à servidão, este simplesmente não é o caso.

Além do mais, o turismo do sexo - isto é, a prática de viajar ou tirar férias com o propósito de ter relações sexuais - é uma indústria de bilhões de dólares, o que encoraja ainda mais a exploração sexual de mulheres e meninas. Muitos turismos de sexo destacam explicitamente meninas. Estes turismos são vendidos especificamente a pedófilos que são predadores de crianças, e homens que acreditam que fazer sexo com virgens ou meninas irá curar as doenças transmitidas pelo sexo (DTS). Muitas vezes, estes homens passam HIV e outras DTS as suas vítimas jovens, criando uma epidemia localizada de doenças.

Qual e o impacto do tráfico de sexo?
O tráfico tem um terrível efeito mental, emocional e bem estar físico para as mulheres e meninas que caem em suas armadilhas. Além do abuso físico, as mulheres traficadas sofrem extremo estresse emocional, incluindo vergonha, pesar, medo, desconfiança e pensamentos de suicídio. As vítimas geralmente sofrem de distúrbio pós-traumático de stress, e com isto, ansiedade aguda, depressão e insônia. Muitas vítimas se achegam a drogas e álcool para amortecer a dor.

O tráfico do sexo promove uma quebra social removendo as mulheres e meninas de seus lares e comunidades. O tráfico também estimula os grupos de crime organizado, que geralmente participam em muitas outras atividades ilegais, incluindo tráfico de drogas, armas e lavagem de dinheiro. Ele tem impacto negativo nos mercados de trabalhos nacionais e comunitários porque causa a perda de recursos humanos. O tráfico do sexo sobrecarrega os sistemas de saúde pública, corroí autoridades governamentais, encoraja ampla corrupção, e ameaça a segurança das populações vulneráveis.

O que a Soroptimista está fazendo para acabar com o tráfico?
A Soroptimista, como uma organização de mulheres profissionais e executivas trabalhando para melhorar a vida de mulheres e meninas em comunidades locais e no mundo inteiro, realiza vários projetos que direta e indiretamente ajuda possíveis vítimas de tráfico. Em 2007 a organização lançou uma grande campanha visando aumentar a conscientização sobre a devastadora prática do tráfico sexual. As sócias de clubes Soroptimistas estão colocando cartões em lugares altamente visíveis, incluindo delegacias, centros de mulheres, hospitais, sociedades de ajuda jurídica, etc. Além disso, a organização está pedindo ao público fazer sua parte para acabar com essa prática hedionda.

A Soroptimista também realiza vários projetos que ajudam direta e indiretamente vítimas e possíveis vítimas. Estes projetos oferecem ajuda a mulheres e meninas - dando instrumentos e habilidades econômicas para as mulheres alcançarem capacitação e independência financeira:

O programa de Prêmios de Oportunidade para Mulheres - o principal projeto da Soroptimista - oferece às mulheres, que são o arrimo financeiro de suas famílias, recursos que necessitam para melhorar seu nível educacional, habilidades e oportunidades de emprego. Ajudando as mulheres obter habilidades e treinamento, a Soroptimista oferece opções econômicas para vítimas e possíveis vítimas de tráfico.

O programa Subsídio de Clube Soroptimista para Mulheres e Meninas dá aos clubes Soroptimistas subsídios em dinheiro para projetos inovadores que beneficiam mulheres e meninas. Muitos clubes realizam projetos que beneficiam direta e indiretamente vítimas de tráfico: um clube Soroptimista nas Filipinas sustenta um albergue para mulheres maltratadas e meninas que escapam do tráfico sexual; um clube em Califórnia realizou uma conferência em apoio a Força de Trabalho Regional sobre Tráfico de Seres Humanos; e um clube em Chicago realizou vários eventos educacionais relacionados ao tráfico.

O programa Prêmio Fazendo Uma Diferença para Mulheres homenageia mulheres que trabalham para melhorar a vida de mulheres e meninas. Kathryn Xian foi uma das recebedoras do prêmio. Em 2004 ela liderou uma campanha contra uma companhia de turismo de sua área que oferecia turismo Asiático para sexo. Ela também fez um depoimento na audiência de tráfico da Câmara de Deputados do Havaí. As audiências resultaram na aprovação do Ato 82, o qual faz com que “a promoção de viagem para prostituição” se encaixe na Classe C de transgressão de crime doloso. O Ato 82 agora serve como modelo de legislação para outros estados.

Fundo Soroptimista de Alívio a Desastres oferece assistência financeira para regiões afetadas por desastres naturais ou atos de guerra, dando atenção especial aos serviços que beneficiam mulheres e meninas. Mulheres e meninas afetadas por desastres muitas vezes são vulneráveis aos traficantes.

 
     
 
 
     
 
Soroptimist is an international volunteer
organization for business and professional women
who work to improve the lives of women and girls.
 
     
     
human trafficking stories Members Enter Here    volunteer organization for women Print this Page    women's volunteer organization Email to a Friend    International women's organization Donate
Home | Contact Us | Site Map | Privacy Policy | Disclaimer
Women Award | Causes Of Domestic Violence | Sex Trafficking | Teen Dating Tips | Human Trafficking Slavery
Copyright © 2008 Soroptimist International of the Americas. All rights reserved.